História

Minha foto

A empresa CORE ESPORTES tem como objetivo principal auxiliar nossos clientes a atingirem suas metas de desempenho físico e melhor qualidade de vida; com trabalho baseado em conhecimento científico e experiência na prática do desporto; é a ciência aplicada a prática

Nos baseamos em métodos científicos comprovados, planilhas personalizadas e um constante contato entre professor e aluno, assim temos alcançado ótimos resultados em provas de Triathlon (Sprint a IronMan), Corrida (5Km a Maratona), Natação e Ciclismo ou, mesmo, na busca por melhor qualidade de vida.

Venha experimentar nosso método inovador e saber o porque de nossos excelentes resultados.

terça-feira, 15 de setembro de 2009

Periodização do Treinamento

Olá Amigos (as)
Após o Sul Americano de Sprint em Vila Velha, fiz uma semana de descanso com treinos bem leves, a partir de então teria 8 semanas de preparação para o início do período competitivo de três semanas no mês de novembro; onde terei duas Copas Pan Continentais e uma Copa do Mundo.
Dividi o período desde a semana após Sul Americano de Sprint até a semana após a última prova de novembro da seguinte forma:
1 semana de REGENERATIVO / 1 semana de BASE II / 1 semana de BASE III / 1 semana de ESPECÍFICO I / 3 semanas de ESPECÍFICO II / 1 semana PEAK (choque) / 1 semana de PRÉ-COMPETITIVO / 3 semanas de COMPETITIVAS / 1 semana de REGENERATIVO.
Sendo que são introduzidos dias regenerativos a partir dos treinos específicos. O máximo volume dá-se com 76 Km de corrida na BaseII / 30 Km de natação na BaseIII / 300Km de ciclismo na BaseIII.
O ideal seria que os treinos de base fossem prolongados por um número maior de semanas, mas em função do calendário de provas opto por sacrificar a Base em pról do específico; mas lembando que não é possível fazer sempre isto, pois o atleta necessita de uma boa base para que possa render no específico. Se for um atleta em início de treinamento não é recomendável negligenciar a base, pois quando se chega no específico podem surgir lesões, e sintomas de overtraining. A base fornece uma série de alterações fisiológicas que permitirão supotar os períodos específicos com melhor rendimento.
Outro fator que passo aos atletas que tenho a oportunidade treinar é com respeito aos períodos regenerativos, sem estes há uma deterioração da forma física e também o risco de overtraining.
Bibliografias interessantes referentes a periodozação do treinamento:
1) The Triathlete’s Training Bible de Joe Friel editora velopress
2) Equacionando o treinamento - A matemática das provas longas de Sergio Moreira Bastos Ed. Shape (este mais voltado para a corrida)
3) Periodização - Teoria e Metodologia do Treinamento de Tudor O. BompaEd. Phorte (muito bom, mas não é específico para triathlon, embora possa ajudar bastante).
Quanto aos treinos especificamente, nestas duas semanas de base, tenho feito um volume maior que o de costume, também priorizo o trabalho de força, inclusive hipertrofia (musculação para ganho de massa), o trabalho aeróbico e de limiar no patamar inferior são prioritários em relação ao anaeróbico e Limiar no patamar superior.
O resultado de todo o planejamento e execução deste, devo colher no mês de novembro quando veremos se o que está correto e aquilo que pode ser melhorado.
GO AHEAD!!!!!!!!!!!!!!! SEMPRE

4 comentários:

  1. Olá!!!!Sou triatleta tb e moro no ES,onde tem provas muito bonitas.
    Parabéns pelas suas conquistas!!!!Um abraço.

    ResponderExcluir
  2. Belissimo blog!! exelente.. preciso de ajuda para melhorar no triathlon ! me segue Tb Kelmerson
    letriathlon.blogspot.com
    ateh !

    ResponderExcluir

Obrigado pela visita!